Capital Próprio e Fontes de Financiamento do projeto

Capital Próprio Capital Alheio Capital Social Fontes de Financiamento

Capital Próprio e Capital Alheio, fontes de financiamento

No início da atividade é importante sabermos as fontes de financiamento que temos disponíveis, quer como capital social, capital próprio ou capital alheio. As várias formas de financiar o nosso projeto, permitirão ter o dinheiro necessário para fazer aquisições de equipamento e dispor de fundo de maneio suficiente.

O Plano de negócio permite avaliar as necessidades de financiamento da empresa, sejam elas de curto, médio ou longo prazo. Resumem-se ao seguinte:

Investimento em Capital Fixo e Circulante
Investimento em Capital Fixo e Circulante

Ainda antes de se avançar com a criação da empresa, precisamos de fazer uma avaliação económica e financeira do projeto.

Normalmente os planos de negócio apresentam a informação de cinco anos, o que faremos em próximo artigo.

No entanto, com a informação que já temos para um ano, ficamos com a ideia da sua viabilidade.

Assim, podemos fazer uma avaliação económica positiva, dado que a Demonstração de Resultados, mostra um Resultado de Exploração (RE) de 27.947€.

A avaliação financeira tem de ser feita considerando os custos de capital e os resultados esperados ao longo de 5 anos.

Na avaliação financeira, o que pretendemos saber é se o negócio consegue gerar os rendimentos suficientes para remunerar o capital social que foi investido e ao fim de quanto tempo é que o capital investido será recuperado.

Usa-se o termo “payback”, para definir o período em que o investimento inicial iguala o lucro líquido acumulado.

Este período de recuperação do investimento é um indicador importante para investidores. Muitas vezes, só aceitam que este período seja inferior a 2 ou 3 anos. Um “payback” superior, faz aumentar o risco de o investimento não poder vir a ser recuperado. Mas são opções do empreendedor.

Outras Fontes de Financiamento

Em geral a grande maioria dos empresários recorre a poupanças pessoais e ao apoio de familiares e amigos.

Pode também, se não for suficiente, recorrer a empréstimos bancários ou formas similares.

Admitindo que a empresa arranca com capital próprio de 5.000€ e correspondente ao capital social da empresa, uma das hipóteses é os sócios, ou o empresário individual, fazerem empréstimos à própria empresa, isto se as suas poupanças assim o permitirem.

Origens do Financiamento Capital Próprio e Capital Alheio
Origens do Financiamento Capital Próprio e Capital Alheio

Neste exemplo, além do capital próprio, planeamos 32.781, 23€ de empréstimos dos sócios, considerados no quadro como capital alheio, para garantir o financiamento necessário ao empreendimento.

No arranque, o capital social e o capital próprio confundem-se.

O capital social é o valor que a sociedade se comprome para com terceiros. É declarado no acto de constituição da empresa.

Já o capital próprio, pode ser aumentado durante o ciclo de vida da empresa, por exemplo com resultados que não foram distribuidos e ficam como reservas. É a diferença entre o ativo e o passivo, dito de outra forma, o património líquido da empresa.

Outra hipótese de fontes de financiamento é recorrer-se a uma das várias opções junto da Banca.

Os Bancos oferecem vários produtos de crédito e ter-se-à de saber o que melhor se adequa à necessidade da empresa.

Se queremos um empréstimo de curto prazo para financiar necessidades de momentâneas de tesouraria ou se pretendemos financiar investimento de médio ou longo prazo, como sejam os ativos intangíveis, por exemplo software ou ativos fixos tangíveis do tipo equipamentos e edifícios.

Constituição da empresa e capital social

Para constituir a empresa há várias opções possíveis, como seja o formato de empresa individual, com ou sem responsabilidade limitada ou sociedade comercial.

Para que o seu património pessoal fique protegido, a melhor opção é optar por uma sociedade de responsabilidade limitada.

Se fizer a empresa só com um sócio, tem a opção da sociedade unipessoal por quotas. Se houver mais sócios pode optar pela sociedade comercial por quotas.

Sem entrar em grandes detalhes analisemos os pros e contras de três destas opções

Tipos de Empresa, Capital Social e Constituição
Tipos de Empresa, Capital Social e Constituição

Serviços online disponíveis

Usando a chave móvel digital, é possível fazer a criação da sua empresa e ter acesso a outros serviços online, facilitando a tarefa.

De 1 a 5 estrelas, como avalia este artigo?

Clique numa das estrelas para o avaliar!

Lamentamos que este artigo não tenha sido útil para si!

Ajude-nos a melhorar!

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

close

Junte-se a nós!
Seja feliz!

Visite a Página Facebook
Receba Newsletter por Email
Veja o nosso canal Youtube
Siga-nos no Twitter
Visite o Instagram