Tecnologias digitais sistemas e tecnologias de informação em Portugal

Adoção das Tecnologias Digitais em Portugal e Comparação com a UE

As tecnologias digitais têm tido um grande incremento como resposta à crise sanitária provocada pela pandemia da Covid-19, bem como à guerra na Ucrânia. As formas de interação entre empresas e cidadãos sofreram uma alteração rápida, quer no trabalho quer nos modelos de negócio. Um exemplo foi o crescimento do e-commerce, com a utilização de sistemas e tecnologias de informação adequados, em detrimento do comércio físico.

Tempo de leitura: 6 minutes

O Índice de Digitalização do European Investment Bank (na designação inglesa, European Investment Bank Investment Survey (EIBIS)) agrega vários indicadores de empresas relacionados com a adoção de tecnologias digitais e, também, da avaliação das infraestruturas digitais e dos investimentos feitos nestas vertentes.

Este EIBIS de 2022/2023 coloca Portugal entre os Países moderadamente digitalizados.

Além da digitalização, Portugal também está entre os “Países moderadamente inovadores” pelo European Innovation Scoreboard (EIS) – Painel Europeu da Inovação.

Tecnologias digitais avançadas

São consideradas neste relatório do European Investment Bank (EIB) sete tecnologias digitais avançadas:

  • A impressão 3D, também conhecida como fabricação aditiva (indústria, construção e infraestrutura).
  • Robótica, a automação de processos usando robótica inteligente (indústria). O exemplo mais disruptivo é a substituição de carros com condutor por carros autónomos.
  • A internet das coisas (IoT sigla inglesa de Internet of Things) que se refere a dispositivos eletrónicos que comunicam entre si e sem assistência humana (todos os setores).
  • Big Data/Inteligência Artificial (IA) que concerne a tecnologias cognitivas, como análise de grandes quantidades de dados e inteligência artificial (indústria, serviços e infraestrutura).
  • Os Drones, que são veículos aéreos não tripulados (construção).
  • A realidade aumentada relativa à realidade aumentada ou virtual, como o fornecimento de informações integradas com objetos do mundo real e apresentados por meio de um monitor montado na cabeça (construção e serviços).
  • Plataformas online que interligam clientes a empresas ou clientes a outros clientes, através de sistemas e tecnologias de informação (serviços e infraestrutura).

A implementação destas tecnologias tem um forte impacto na sociedade. Por isso, é necessário que a União Europeia (EU) se posicione adequadamente no ambiente global e crie as melhores condições para inovar, nas tecnologias que sejam cruciais para os interesses Europeus.

Índice de Digitalização do European Investment Bank

Como dizia William Deming “sem dados você é apenas mais uma pessoa com uma opinião” e, por isso, é importante analisarmos esta informação disponibilizada pelo EIB.

Neste índice é agregada informação de todos os Estados Membros da União Europeia e um “benchmark” de empresas dos Estados Unidos da América (EUA).

O índice engloba várias dimensões de empresas, desde as micro às grandes e em vários setores de atividade.

O índice de digitalização do EIB integra seis componentes:

  • Utilização de tecnologias avançadas de digitalização
  • Adoção digital durante a Covid 19
  • Infraestrutura digital
  • Investimento em software e dados
  • Investimento em treinamento de empregados
  • Utilização de sistemas de monitorização estratégica

A Classificação dos 27 Estados Membros da UE

O índice de digitalização considera os Países da UE em cinco grupos:

Leaders (Frontrunners, no original), Fortes, Médios, Moderados e Modestos. No grupo dos “Leaders” estão a Finlândia, Dinamarca, Bélgica e Suécia.

Portugal está em 18º lugar, no grupo dos “Moderados” na adoção das tecnologias digitais.

EIBIS - Indice de Digitalização das Empresas - European Investment Bank de 2022-2023
RankPaísGrupo
1FinlândiaLeader
2DinamarcaLeader
3BélgicaLeader
4SuéciaLeader
5Países BaixosForte
6EspanhaForte
7ÁustriaForte
8EslovéniaForte
9MaltaForte
10AlemanhaForte
11EslováquiaMédio
12EstóniaMédio
13USMédio
14EUMédio
15GréciaMédio
16ChéquiaMédio
17RoméniaMédio
18PortugalModerados
19ItáliaModerados
20HungriaModerados
21IrlandaModerados
22ChipreModerados
23LetóniaModerados
24LituâniaModestos
25FrançaModestos
26LuxemburgoModestos
27PolóniaModestos
28CroáciaModestos
29BulgáriaModestos

Digitalização na UE

Uma das conclusões importantes é que as empresas europeias estão a reduzir a diferença na adoção da digitalização em relação aos EUA. Aliás, há vários países europeus que ultrapassam os EUA.


Obrigado por ler este artigo, não se esqueça de subscrever!

Clique aqui

Obrigado e até breve.


 

As empresas dos EUA investem mais fortemente na Internet of Things (IoT) e nos Drones.

Ao invés, a União Europeia (EU) tem um maior número de empresas a adotar as tecnologias de robótica avançada, plataformas online e impressão 3D.

A dimensão das empresas tem também um papel fulcral na adoção das tecnologias digitais avançadas.

Assim, 80% das empresas com mais de 250 empregados utilizam tecnologia digital avançada, que contrasta com apenas 45% das empresas com menos de 10 empregados.

Esta tendência irá retardar a transição digital na Europa e, por isso, será necessário algum tipo de atração para incentivar esta transição e poder haver maior e melhor criação de valor nas empresas mais pequenas, cujo reflexo é muito importante para a economia.

Os Países Europeus que lideram este ranking em cada área de digitalização são:

  • Eslovénia pela utilização de tecnologias digitais avançadas
  • Áustria pela adoção da digitalização durante a pandemia do COVID-19
  • Estónia pela infraestrutura digital
  • Malta pelo investimento em software e dados
  • França pelo investimento na formação de funcionários
  • Finlândia pela utilização da monitorização estratégica de negócio

O Caminho da Transição Digital em Portugal

As empresas do futuro têm os seus planos e processos de negócio suportados pelas tecnologias e sistemas de informação, que criam o ambiente necessário à constante inovação, estão ligadas por plataformas digitais e são cuidadosas com o ecossistema.

Estando Portugal no grupo dos Moderados na adoção digital, o que podemos fazer para melhorar a nossa performance?

A grande diferença entre Portugal e a Dinamarca é a taxa de adoção de tecnologias digitais avançadas, que são adotadas por 80% das empresas dinamarquesas, enquanto em Portugal essa taxa é de 62%, inferior mesmo à média da UE de 69%.

Adoção das diferentes tecnologias digitais

Portugal tem um score inferior à Dinamarca e à UE na robotização avançada. O score de Portugal é de 50% e da Dinamarca 70%.

Na tecnologia de impressão 3D. Portugal com 10%, UE com 20% e Dinamarca com 20%.

Já na Internet das Coisas (Internet of Things – IoT) Portugal tem um rating igual à UE (40%) mas inferior à Dinamarca (50%). Há, pois, que considerar esta tecnologia na construção, infraestruturas e indústria.

Na “Big Data” e Inteligência Artificial (AI) Portugal tem um score inferior quer à Dinamarca quer à média da UE. Precisamos de evoluir nos sistemas e tecnologias de informação que as utilizam.

Na Realidade Aumentada e Realidade Virtual Portugal tem um score similar à Dinamarca, mas ambas inferiores à média da UE.

Quanto à tecnologia dos Drones Portugal tem um score inferior à média da UE e a Dinamarca, pelo contrário, tem um score superior à média da UE. Precisamos de evoluir na utilização desta tecnologia que pode ser determinante em muitos setores de atividade. A Marinha Portuguesa, por exemplo, tem uma estratégia para utilizar drones.

Nas Plataformas Online a Dinamarca tem 80% das empresas a utilizar esta tecnologia digital, enquanto Portugal com 50% está quase em linha com a UE.

Todas estas tecnologias de informação exigem capital, mas o importante é encontrar estratégias que, com a utilização dos sistemas de informação, possam dar um grande impulso aos negócios e torná-los mais competitivos em termos internacionais.

As competências técnicas existem, mas é preciso encontrar formas de parceria que viabilizem os avanços.

Empresas com estratégias para proteção de riscos ambientais

Neste capítulo é de salientar que Portugal está melhor que a Dinamarca e que a média da UE.

Assim, para este objetivo, 48% das empresas em Portugal estão a utilizar tecnologias digitais avançadas, enquanto na Dinamarca são 37% e a média da UE é de 38%.

Em resumo, empresas e empreendedores devem tentar reforçar as suas estratégias e inovar nos modelos de negócio, para incorporarem as tecnologias e sistemas de informação hoje ao nosso dispor, cujo papel será cada vez mais relevante no futuro.

Veja Também


How useful was this post?

Click on a star to rate it!

As you found this post useful...

Follow us on social media!

We are sorry that this post was not useful for you!

Let us improve this post!

Tell us how we can improve this post?

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Política de Privacidade          Termos e Condições

SUBSCREVE A NOSSA

NEWSLETTER

O clube da elite!

Recebe as novidades no teu email

WELCOME,

Enjoy luxury, exclusivity and discretion

NOW TREAT YOURSELF!

Get 25% Off & Free Shipping On Your First Order. Enter Code WELL25SPE

Obrigado pela visita!

Surpreenda-se com a nossa página de Facebook.

Volte sempre

Logotipo PO 100 x 100 png Pop Ups
Scroll to Top