Um conversor de energia das ondas da CorPower Ocean (imagem CorPower Ocean)

O Futuro da Energia das Ondas em Portugal

A situação atual do conversor de energia das ondas em Viana do Castelo, Portugal, é promissora e representa um avanço significativo na busca por fontes renováveis de energia e sustentáveis. O projeto, liderado pela empresa tecnológica CorPower Ocean, está em andamento e tem mostrado progressos notáveis no avanço das energias renováveis.

Tempo estimado de leitura: 5 minutes

Projeto de conversores de energia das ondas e marés

O projeto HiWave-5, da Corpower Ocean, iniciado em 2012, envolve um investimento substancial de 52 milhões de euros e visa a comercialização dos primeiros conversores de energia das ondas e marés produzidos na região.

A expectativa é que a produção em massa comece em 2024/2025, após a conclusão das fases do projeto focadas em provar a tecnologia e torná-la comercializável.

Além disso, a CorPower Ocean está a investir 16 milhões de euros na construção de um centro de Investigação e Desenvolvimento (I&D) no porto de mar de Viana do Castelo.

Este centro não só desenvolverá e produzirá todos os componentes necessários para o equipamento, mas também centralizará todas as operações marítimas relacionadas, como colocação, manutenção, observação e recolha de dados.

Em termos de resultados, o primeiro equipamento CorPower C4 em escala real, capaz de produzir 300 kilowatts de energia, foi lançado no porto de Viana do Castelo e rebocado para a Aguçadoura a 4 km da costa portuguesa, em agosto de 2023.

Todos os aspetos principais das funções do Corpower C4 foram verificados com sucesso, incluindo exportação de energia para a rede, controlo automatizado e monitorização do sistema, bem como métodos seguros de operação e manutenção (O&M).

Texto indicando PUBLICIDADE

Está prevista a instalação de mais três equipamentos na mesma área, com o objetivo de ultrapassar a meta de 1.2 megawatts de energia gerada.

Imagem 1. Um conversor de energia das ondas da CorPower Ocean (imagem CorPower Ocean)
Imagem 1. Um conversor de energia das ondas da CorPower Ocean (imagem CorPower Ocean)

Este empreendimento não só destaca o compromisso de Portugal com as energias renováveis, mas também reforça a posição do país como um líder inovador no setor das energias renováveis.

O financiamento comunitário de 7,3 milhões de euros, concedido pelo NORTE 2020 (Portugal 2020) é um testemunho do potencial deste projeto e do apoio da União Europeia a iniciativas que promovem uma economia mais verde.

O sucesso deste projeto poderá abrir caminho para uma nova era de aproveitamento da energia das ondas, contribuindo para a diversificação das fontes de energia renováveis e para a sustentabilidade ambiental.

Com a energia oceânica, uma fonte praticamente inexplorada, a sua rentabilização eficaz poderá representar um marco importante na transição energética global.

Como funciona

Os conversores de energia das ondas são dispositivos inovadores que transformam a energia cinética das ondas do mar em eletricidade, representando uma fonte de energia renovável e sustentável.

Este processo envolve a captação do movimento das ondas, que é convertido em energia mecânica e, posteriormente, em energia elétrica.

Texto indicando PUBLICIDADE
Imagem. 2 O que são energias renováveis, com energia das ondas da CorPower Ocean (imagem CorPower Ocean)
Imagem. 2 O que são energias renováveis, com energia das ondas da CorPower Ocean (imagem CorPower Ocean)

Existem diferentes tipos de conversores de energia das ondas, mas todos seguem um princípio básico: quando as ondas se movem em direção à costa, elas interagem com os conversores, fazendo-os mover-se vertical ou horizontalmente.

Este movimento é então capturado pelos conversores e transformado em energia mecânica.

A energia mecânica gerada é convertida em energia elétrica por meio de um sistema de transmissão, que geralmente inclui geradores eólicos ou hidráulicos acoplados aos conversores.

Estes geradores são responsáveis por transformar a energia mecânica em eletricidade, que pode ser utilizada imediatamente ou armazenada para uso futuro.

Um dos desafios da energia das ondas é a sua natureza intermitente, pois depende da presença e força das ondas para gerar eletricidade.

Por isso, é crucial escolher locais com condições de ondulação favoráveis para instalar os conversores.

Além disso, os custos associados à instalação e manutenção desses dispositivos são consideráveis e a tecnologia ainda está em fase de desenvolvimento e aprimoramento.

Imagem. 3 Fontes renováveis de energia, conversores de energia das ondas da CorPower Ocean (imagem CorPower Ocean)
Imagem. 3 Fontes renováveis de energia, conversores de energia das ondas da CorPower Ocean (imagem CorPower Ocean)

Apesar desses desafios, a energia das ondas oferece vantagens significativas, como ser uma fonte renovável e ter um impacto ambiental reduzido.

Os conversores de energia das ondas não emitem gases com efeito estufa e têm um impacto visual mínimo, podendo ser instalados a uma distância considerável da costa para preservar o ecossistema marinho.

A energia das ondas é uma promessa para o futuro da energia verde dos oceanos, com o potencial de contribuir significativamente para a transição energética global e para a sustentabilidade ambiental.

À medida que a tecnologia evolui e os custos diminuem, é provável que vejamos um aumento na adoção dessa forma de obter energia limpa e abundante.

Veja também

How useful was this post?

Click on a star to rate it!

As you found this post useful...

Follow us on social media!

We are sorry that this post was not useful for you!

Let us improve this post!

Tell us how we can improve this post?

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Política de Privacidade          Termos e Condições

Scroll to Top